Por vezes, e muitas são as vezes, gramaticalmente incorretas,despretenciosas,desobedientes às regras,
as palavras aqui são só ajuntadas e se tornam frases
simples ... uma maneira de expressar o que sinto. della

terça-feira, março 23

não desista!




Vejo um mundo de um jeito que você não vê
Estou hemisfericamente distante
Não tive as mesmas experiências...
compreendes, por que?
Sou um lado marcado , outro por desvendar
Tenho um lado que desconhece, outro por se entregar.
Sou de uma diferença ímpar
Preciso da compreensão
Preciso que saibas
Sou uma luta que não vai acabar nunca
O melhor que consigo extrair ...é você.
É ainda, você.
Me diz que vou crescer! Socorre-me. Salva-me.
Outra vez. Outra vez.
Aponta-me o rumo.

Foto de Emília Couto

A IMAGEM FAZ PARTE DO POEMA.

3 comentários:

Lmatta disse...

lindo conjunto
beijos

Lmatta disse...

linda foto belo poema
beijos

AC disse...

Escrita insinuante, de toca e foge, com muita ginga. A resposta que se pede é resposta que se sabe. Então, anda daí, o mundo somos nós, por que esperas? E sempre a gingar, insinuante...

Que belo sítio!
Abraço