Por vezes, e muitas são as vezes, gramaticalmente incorretas,despretenciosas,desobedientes às regras,
as palavras aqui são só ajuntadas e se tornam frases
simples ... uma maneira de expressar o que sinto. della

sábado, junho 20

Escuta-me , onde quer que estejas



Existem, ainda, momentos que só ele entenderia
Existem canções que ainda precisávamos ouvir juntos
Existe o outono e meu desejo era que estivesses aqui...

Eu ainda tinha tantas coisas para lhe dizer
_

Mas, nessa vida, já não é mais possível.

_
-
foto de Madalena Pestana

11 comentários:

magda disse...

Fala no silêncio do teu espírito. Encontrarás resposta. :)

Lmatta disse...

bela foto
para um lindo texto

UN VOYAGEUR SANS PLACE disse...

Nunca dizemos tudo o que tínhamos vontade de dizer, ainda mais quando o meio de expressão é o das palavras...

Gostei muito do poema: superbe!!!
A foto do blogue VARANDÁ é muito familiar para mim, lembra o Oriente...
É uma mesquiota?
Au revoir.

o que me vier à real gana disse...

Olá, boa noite!

É bom aqui. Parabéns!

Texto sentido. Bela foto!

o que me vier à real gana disse...

Olá, boa noite!

Este é outro blog k vale a pena. Parabéns!

Mateso disse...

Uma lembrança entregue com muito gosto a quem merece.
Bj.

pin gente disse...

e existirão sempre, della!
existirão para sempre!
um abraço
luísa

Mateso disse...

Momentos vivos em silêncio,agora, depois, então, são os nossos momentos.
Bj

LUIS MILHANO (Lumife) disse...

Confissão de sentimentos que nos libertam o espírito...

Vim matar saudades dos teus escritos.


Tudo de bom para ti.

Beijos

simplesmenteeu disse...

Sempre fica tanta coisa por dizer.
Tantas emoções por partilhar.
Tantos olhares por revelar.

E uma saudade imensa.

Um abraço
L.T.

Cristina Fernandes disse...

As palavras que ficam por dizer, exaltam silêncios não entendidos...
Abraço
Chris