Por vezes, e muitas são as vezes, gramaticalmente incorretas,despretenciosas,desobedientes às regras,
as palavras aqui são só ajuntadas e se tornam frases
simples ... uma maneira de expressar o que sinto. della

terça-feira, julho 29

Lasciva



Lasciva é a minha intenção
mostra os sinais de ti
não durmo
este intenso desejo
não caí em mãos inimigas
conheço as tuas
ponto a ponto
desmancha meu corpo
antecipa o prazer, teu
manipula o deixar ser-seu-corpo
minhas costas a lhe querer
meu suor em febre
é tudo o que há
se me tocas
nas minhas costas
percebo tanto você
és o que eu imagino amar
és a que amo imaginado
sem risco de deixar de desejar.

4 comentários:

Teresa Durães disse...

sempre a ode ao amor

ivone disse...

passei para agradecer a sua visita


e já agora é só uma questão de desejo e tanto...



ps: excelente gosto musical!

~pi disse...

nunca se perde o que se imagina


~



beijO

Anônimo disse...

Viver no espaço entre o osso e a carne. Freneticamente.

IsaDora