Por vezes, e muitas são as vezes, gramaticalmente incorretas,despretenciosas,desobedientes às regras,
as palavras aqui são só ajuntadas e se tornam frases
simples ... uma maneira de expressar o que sinto. della

quinta-feira, junho 26

Hora de ti



Me diz a hora e vou ao teu encontro
Me diz o que posso ser
E vou me aproximar da verdade
Me diz o que enlaça a tua imaginação
E lá deixarei palavras
Me diz o que posso dar
Para alimentar idéias
O tamanho do seu apetite
O valor de sua paixão
A inquietude das tuas horas
Me diz que diferença faz
Se eu não tocar teu corpo
Me diz
Me diz
Para que eu possa ser singular
No infortúnio das horas
Que não param de passar.
imagem de elcranc

2 comentários:

Madalena disse...

Não és única nas horas "de não tocar". És única na forma clara e limpa com que as descreves. :)

Beijo grande.

della-porther disse...

madalena

beijo:):)

della